Texto 13/52 – Como atualizar o WordPress na mão

Embora esteja devendo uns 35 textos para deixar o #52Textos em dia, tenho gostado muito do WordPress. Hoje ao abrir o painel de admin para tentar escrever um texto, vi que haviam 11 atualizações. Dessas, 5 eram dos temas que baixei, 5 de plugins que estão instalados e uma relativa a versão do site. O sistema de atualização automática é ótimo e até então sempre funcionou bem. Assim, fazer as atualizações de tema e de plugin foi super fácil. Mas a atualização de versão não funcionou. O erro foi de time out do script de atualização. Então para mudar a versão precisei partir ir para a atualização manual.

Foi o que fiz. O link para executar a atualização manual está aqui.

Quem quiser ver as novidades da ultima versão abra esse link aqui.

É isso!

Texto 12/52 – Feliz dia, Pai

Família Machado Amorim Pai, feliz dia! É uma pena que eu não possa te abraçar hoje, pois estás ai em Maringá. Mas saiba o quanto eu queria fazer isso. E o quanto eu te amo. Obrigado por tudo o que fizeste por mim…

Pai, fiquei com os olhos suados pela 5ª vez ao reler esse pedacinho de texto. Então pararei de escrever por aqui, senão vou estragar o teclado com tanto suor 🙂

Mãe, não fiz post no dia das mães porque não tive a genial ideia de aproveitar a data e escrever um post para o #52Textos. Mas saiba que também te amo.

E Bernardo, aproveita e curte bastante o pai e a mãe por mim e pelo Gabriel.

Beijo!

Aos demais pais que lerem esse texto, feliz dia dos pais também 🙂

Texto 10/52 – Querem desmontar ela. É serio?

kombi-na-ciclovia
O desrespeito não é só aqui. Fonte: Diario Web

Li no jornal de domingo (06/07/2014)que o pessoal da Prefeitura ainda quer desmontar a ciclovia. Agora a ideia é que em alguns horários seja estacionamento e em outros, ciclovia.

Em outras cidades do pais vagas de carros estão sendo transformadas em ciclovias, para permitir que mais pessoas circulem de bicicleta com segurança. São Paulo está criando mais 400 km de ciclovias. Porto Alegre também se transforma para acolher os ciclistas e até o fim de 2015 contará com 50 km de ciclovias. Pelotas está investindo mais de R$ 73 milhões em projetos de mobilidade urbana e no final desse processo entre outras melhorias, a cidade contará com 20 km de ciclovias. Aqui se tem 4 km é muito.

Em outros países o numero de adeptos ao ciclismo é cada vez mais maior e mais cada vez mais incentivado.Na França, em caráter experimental, trabalhadores receberão €$ 0,25 por km para ir ao trabalho de bicicleta. A estimativa do governo é de uma economia de €$ 5,6 Bilhões na área de saúde. O projeto tem um custo de €$ 20 Milhões. A Alemanha construirá, esse ano, com 60 km de extensão, a primeira de sua projetada rede de autoestradas com 4 pistas exclusivas para ciclistas. E a União Européia foi favorável a ampliação da EuroVelo (informações em inglês e em português), a rede européia de ciclovias. A rede disponibilizará até 2020 70.000 km de ciclovias.

Mapa da Eurovelo. Fonte: Wikipedia
Acho que o uso da bicicleta nos centros urbanos é um caminho sem volta. Eu sou só comecei a pedalar por causa da ciclovia, em 2011. Aquela área só recebe atenção quando o mato cresce e impede de ver o lado de Rivera. E agora pode ser desmontada. Dá pra deixar isso passar assim?

Texto 9/52 – Tá dificil de blogar nesse blog

Ainda estou tentando arrumar a parte administrativa do blogengine.net, que está apresentando erro desde o mês passado. Assim que resolvo ou acho uma solução, já que eu não sou o único. Aceito sugestões 🙂

Quem tiver interesse em saber o que é, adianto que ao abrir o painel administrativo, aparece:
Error loading trash
Error loading recent comments
Error loading draft pages
Error loading draft posts
Error loading packages
Em breve novos posts. Ou um novo blog. Prometo.

Texto 8/52 – O desfecho do post 7/52

Antes de mais nada preciso dizer que esse post complementa o Texto 7/52. Quem não leu o 7 vai demorar mais para entender esse 🙂

Corri a semana toda atrás dos descontos. Conversei com meio mundo, fui a meio mundo de lugares. Teve gente que anotou os números das leis para ler depois. Teve gente que não sabia e nos mandou falar com o Fulano, que nunca foi localizado. Ou me mandavam falar com gente que já tinha falado. Foi complicado.
E assim chegou o dia do evento. Fui a um dos pontos de venda. Já tinha desistido dos descontos. Encontrei o atendente quase na calçada. Em tom de comentário falei se ele sabia dos descontos pra idosos e estudantes. O cara disse que sim, mas que os meia entrada para estudantes foram vendidos no primeiro lote. Perguntei onde foram vendidos esses ingressos do primeiro lote para os estudantes. Ele não soube me dizer pois era de Bagé. Pena. Ai ele completou. Para idosos ainda tem meia entrada. Beleza. Preciso de um. 

E assim fomos no show. Não farei aqui um review do show. Não é a ideia deste post. Resumo dizendo que rimos muito. Ao fim do show, quem compra o livro e/ou o DVD ganha um autógrafo (e se quiser, fotos). A Malu enquanto estava na fila se preparou para dizer, dançar e cantar um monte de coisas para o Guri. Mas travou na hora que ficou frente a frente com ele não falou quase nada 🙂


Familia com o Guri
É isso!