ANUNCIO: Fórum Tchelinux de Software Livre em Santana do Livramento – dia 12 de Novembro de 2011

Olá pessoal

Tenho o maior orgulho em compartilhar com vocês o lançamento do site do Fórum TcheLinux de Software Livre Santana do Livramento, que será realizado no dia 12 de Novembro de 2011 no Centro Anglicano de Eventos – Instituto Livramento.

Maiores informações do evento e inscrições no site http://www.rafaelamorim.com.br/tchelinux

Abraços!

Hobbies que mudam o mundo

 

Há exatos 18 anos atrás, um jovem finlandês de 22 anos anunciava em um fórum de debates na Internet que estava iniciando um hobbie. O jovem era Linus Torvalds que enviava uma humilde mensagem anunciando ao mundo o projeto pessoal em que estava trabalhando a vários meses nas horas livres: um sistema operacional para computadores pesssoais. Esta foi a sua mensagem:

 

Olá moçada que usa Minix.

Estou criando um sistema operacional (livre) (por puro hobby, não será tão grande nem profissional como GNU) para PCs AT 386(486). Estou trabalhando nisso desde abril e já começa a ficar pronto. Gostaria de receber comentários sobre o que vocês gostam/detestam no Minix, já que meu SO se parece um pouco (mesma disposição física do sistema de arquivos -por motivos práticos- entre outras coisas).

Até o momento tenho portado bash(1.08) e gcc(1.40), e as duas utilidades parecem funcionar. Isto quer dizer que terei algo funcional dentro de alguns meses e gostaria de saber que características gostariam de encontrar. Qualquer sugestão é bem-vinda, mas não posso prometer que coloque todas em prática 🙂

Linus Benedict Torvalds

PD. Sim – é livre de código Minix, e tem um sistema de arquivos multi-tarefa. Não é portável (usa a comutação de tarefas do 386, etc.), e provavelmente nunca funcionará em outra coisa que não sejam os discos duros AT, porque é tudo o que tenho 🙁

Fonte: MDig

LinuxLivramentoRivera

Sandro

Desculpe a demora na publicação do Release. Ta faltando tempo… hehe


Tche!

Se quiseres, repassa este endereço p/quem interessar: http://groups.google.com.br/group/linuxlivramentorivera/.  O
endereço de email ficou: linuxlivramentorivera@googlegroups.com

Quando os TcheLinux vierem, a gente divulga melhor esta lista. Se não gostarem de algúm detalhe, podemos discutir entre nós, pois somos apenas uns poucos no momento. Pode
até ser que não emplaque muito… mas, seja o que Deus quiser!

Porque fazer uma lista local? Primeiro, para unir os usuários da fronteira e permitir que perguntas muito básicas sejam feitas por email ou até tratados outros assuntos menos técnicos, pois deve ser uma lista de “amigos” que facilitará o Networking de cada participante.

Na lista TcheLinux a solução deve ser buscada antes e, apenas depois, se persistir, ser enviada a dúvida já com algum detalhe que auxilie na identificação. Também não permite assuntos “off-topic”, pois para isto foi criada outra lista (ThceLinux-off-topic).

Era isso

Sandro Custódio.

Veja a descrição do grupo:

  Para usuários Linux da fronteira Santana do Livramento / Rivera. Para usuarios
Linux de la frontera Santana do Livramento / Rivera. Participação livre, sem moderação. Participación libre, sin moderación. Atenção: Mau comportamento será punido. Atención: Mala conducta sendra castigada.

TcheLinux 2009 em Bagé

Neste final de semana, no sábado, 23 de maio, aconteceu em no Teatro de Belas Artes (ou “Teatrinho”) da Urcamp em Bagé mais uma apresentação do  TcheLinux (TcheLinux.org). Foi a segunda em Bage (a primeira foi em 2008) e mais uma ao longo do estado.

O TcheLinux são alguns Gaúchos malucos por Linux e que resolveram se entregar à causa da divulgar o uso do Software Livre. Se você for no FISL deste  ano, certamente encontrará lá a banca desta turma.

Confira eles mesmos falando sobre o evento da Bagé:

Considerações finais sobre o evento na URCAMP em Bagé (http://tchelinux.org/blog/?p=72)
Em 2006 eles iniciaram sua peregrinação palestrando em algumas poucas cidades. Em 2009 devem fechar 15 cidades e 5.000 Km, e isto sem considerar que é possível que tenhamos esta turma aqui em Livramento ainda este ano, o que (só isso) deve aumentar em mais 1.000 Km essa quilometragem.

Eles são mais gente, com tarefas específicas, mas conheci em Bagé o Leonardo e Douglas, ambos especialistas e muito competentes. Só pra citar uma qualificação desta turma, o Douglas é contratado da RedHat para trabalhar no Kernel do Linux e trabalha na própria casa, em POA.

As 5 palestras podem ser conferidas através de seus Slides (http://www.tchelinux.org/2009/bage/slides/) e daqui uns dias também em vídeo (http://videos.tchelinux.org/)  onde já tem alguns vídeos anteriores para ser conferidos (há apenas 2 meses estão gravando as palestras).

Vale muito a pena ver esses caras. Estamos trabalhando (Urcamp Livramento, onde sou aluno) para traze-los ainda este ano, se possível, pois a agenda deles é meio cheia. Patrocinadores: precisaremos ajuda. Com ajuda (passagens, hospedagem, refeições, etc.) a gente consegue trazer não apenas dois, mas uns quatro caras “cabeça” para nos apresentar ao mundo do software livre.

IMPORTANTE: Um consideração, seguindo o termo “livre”, é relevante ressaltar que podemos utilizar tanto softwares proprietários quanto softwares livres, e que não há problema algum de se usar um pouco de cada. Profissionais de TI: Todo profissional que se preze deve saber (de boas fontes) um pouco de cada tecnologia. Portanto, se desveciliem de preconceitos e ouçam atentamente especialistas como estes.

PS: Aos amantes da astronomia um parenteses, baixem o programa Stellarium. Teve uma apresentação (slides disponíveis no site) especificamente sobre este freeware.

Quem se interessar pode acessar os links acima e até me contactar pelo email.
Sandro Custódio
Sant’Ana do Livramento/RS
sandrocustodio@gmail.com
Links:
http://www.tchelinux.org/
http://listas.tchelinux.org/
http://videos.tchelinux.org/
Fotos:

 

 

Kurumin 7, Guia Prático

Por Carlos E. Morimoto

O livro Kurumin 7, Guia Prático está disponível na íntegra para leitura online no site da GDH Press. Ele é um guia completo sobre o Kurumin 7, que aborda desde o uso e instalação do sistema, até detalhes sobre os componentes internos e solução de problemas, passando pelos programas disponíveis e outros detalhes.
Mesmo se você não utiliza o Kurumin, o livro serve como um bom guia para aprender mais sobre o uso do Linux em geral, sobretudo os capítulos 3 e 4 do livro, que falam, respectivamente, sobre os programas disponíveis e solução de problemas. Se você está começando agora, o capítulo 1 serve como uma boa introdução sobre as origens do Linux, as diferenças entre as distribuições e o funcionamento geral do sistema.
Embora a tiragem já esteja no fim, este livro está disponível também em versão impressa então, se gostou do livro ainda dá tempo de comprar o seu. Veja também os outros livros disponíveis no site da GDH Press.

» Kurumin 7, Guia Prático (disponível online)